Monólogo  D2

14Fev16

Eles farão outras guerras. Fatalmente. [pausa] Deixe que eles façam a guerra, nossos jovens farão a revolução. É assim que funciona. E eles farão outra guerra, espalhando desilusão, e os jovens terão mais um sonho.

Anúncios

Monólogo D1

14Fev16

Eu tive um sonho de mudar para um outro país e realizei. Um sonho que aconteceu. Poucas pessoas podem se orgulhar desta experiência.


Monólogo C1

13Fev16

E então um velho como eu pode perceber-se preso entre assombrações. Logo à frente são os fantasmas da morte que já rondam, a pele que mostra que não será capaz de resistir muito mais ao apodrecimento; e atrás assombram os fantasmas do passado, todas as situações em que não fomos quem queríamos ter sido. São quase sempre situações vazias, não deveriam interessar mais a ninguém, mas por algum motivo não nos livramos daquela carapaça de existência. Está vazia do que ela foi… O que é que estivesse ali dentro já deveria ter vanecido. Se precisasse de perdão, de resposta, de vingança, mas que apesar disso não teve, já deveria pelo menos ter dissipado, desbotado, puído… Mas se essa carapaça ainda te pega distraído com um frio na espinha, se ainda te vergonha e te retorce é porque foi habitada por fantasmas da sua alma.