Posts Tagged ‘tempo’

Enquanto as ruas exalavam o cheiro demasiado doce das castanhas maduras caídas aos pedaços, era difícil demais a arte do perdão. Ainda que fosse possível ver a beleza do gesto, não era possível tocá-la. Simplesmente não era a estação do perdão, assim nos parecia, e nem todo ano dava… Deve ser fruto raro e de ciclo esquisito. […]


Há um último tom de azul do dia, quando você só pode perceber que ainda não é noite se olhar para o céu, porque aqui embaixo já está tão escuro o quanto pode ficar. Com sorte, sua visão da abóbada pode se dar entre copas de palmeiras imperiais, sem nenhuma nuvem, só há este tecido […]


Resumo: Uma pequena pausa na história de amor que começou no samba. Uma explicação sobre a ideia que Matt Kane faz do tempo. Poeminha que dá um samba.
Abra o post para ler mais.